written by
Aela.io

Principais Insights do 2019 Product Design Hiring Report da Invision

UX Careers Design 8 min read

Quer saber mais sobre como está o mercado de Product Design? A InVision realizou uma pesquisa para entender alguns pontos chave — como salários e skills valorizadas — que as empresas observam na hora de contratar profissionais em Product Design. Continue nesse artigo que você irá encontrar os principais Insights dessa pesquisa.

Product Design Hiring Report Cover
2019 Product Design Hiring Report by InVision

Nós da Aela sempre nos propusemos a compartilhar conteúdo relevante sobre os principais assuntos relacionados a UX/UI, Design e tecnologia. Compilamos bastante informação sobre conceitos, carreira, ferramentas e mercado de trabalho para que os já profissionais e iniciantes sempre pudessem estar atualizados sobre tudo que envolve a área de Product Design.

A pesquisa feita pela InVision trouxe dados e insights que fortalecem ainda mais os nossos artigos, entrevistas e pontos de vista sobre o mercado mundial de UX Design. Percebemos que os resultados dessa pesquisa estão bastante alinhados com o que já estamos divulgando há bastante tempo.

Confira abaixo um pouco mais sobre a InVision, seu Product Design Hiring Report e, claro, sobre seus principais insights.

Quem é a InVision e o que é o Product Design Hiring Report?

A InVision é a empresa desenvolvedora de uma ferramenta – InVision — a qual permite o desenvolvimento de protótipos de sites, aplicativos ou qualquer outra interface por meio de uma plataforma totalmente integrada.

Esse protótipos são completamente navegáveis, ou seja, você consegue testar a experiência do usuário na íntegra. Ao finalizar o protótipo é criado um link, o qual pode ser compartilhado com o seu cliente para ele poder navegar na interface. Além disso é possível criar comentários, fazer reuniões e ter toda a gestão do seu projeto de uma maneira muito mais fácil e rápida.

Quem já vive há mais tempo no mundo do Product Design com certeza já conhece essa ferramenta e sabe dos seus principais recursos e benefícios.

Além da ferramenta, a InVision elaborou a primeira pesquisa global sobre contratação de Product Designers.

A pesquisa foi aplicada em sete mercados chave:

  • EUA;
  • UK;
  • Canada;
  • Alemanha;
  • Austrália;
  • Singapura;
  • Nova Zelândia.

Um total de 1.635 pessoas foram entrevistadas, entre eles Product Designers, estudantes de Design e recrutadores.

Os participantes responderam uma série de questões sobre contratação. Desde o que os recrutadores levam em consideração para contratar profissionais até o que é mais importante para os que procuram emprego.

O resultado dessa pesquisa deu origem ao Product Design Hiring Report, que contém os resultados da pesquisa e seus principais insights.

Curioso para saber quais foram os resultados? Logo abaixo os principais pontos do relatório!

O crescimento do Product Design

O Boom do UX Design é algo que vem sendo claramente percebido nos últimos anos.

O que o relatório mostra é que grandes empresas já consideram o Design como um componente estratégico essencial.

92% das empresas que possuem um alto nível de maturidade em suas áreas de Design, conseguem relacionar o alto esforço do seu time de Design com o faturamento de suas empresas. (2019 Product Design Hiring Report)

Product Design é uma das áreas que mais cresce.

O relatório aponta que 70% dos gerentes aumentaram o headcount de suas equipes no ultimo ano. Além disso, os pesquisados dizem que esperam que suas equipes cresçam ainda mais 21% no próximo ano.

Atualmente, as empresas estão sendo definidas pelo seus produtos e pela experiência que os usuários tem com aqueles. Por isso, se faz tão importante a contratação de um Product Designer para o sucesso dos projetos.

A prova disso é o aumento da demanda por esse profissional:

  • 81% dos entrevistados são abordados por recrutadores todo mês;
  • 34% são abordados semanalmente;
  • 61% afirma que estão sendo procurados com mais frequência.
Tabela mostrando a frequência que recrutadores entram em contato do candidatos em Product Design
Recrutadores têm contratado Product Designers com mais frequência

Não é somente a procura por Product Designers que aumentou. O salário deles também vem crescendo, parte por conta da sua valorização pelas empresas e parte porque o mercado está favorável para isso — baixa taxa de desemprego, mercado competitivo e empresas “roubando” profissionais de seus concorrentes.

Dessa forma, podemos observar que 84% dos Product Designers tiveram um aumento de salário nos últimos 2 anos e ainda esperam um aumento de mais 20% nos próximos períodos. Em áreas mais competitivas como Nova York, esse aumento de salário pode ser ainda maior.

Dica de artigo: O Boom do UX Design
Gráfico mostrando o crescimento em Product Design
70% dos gestores aumentaram o headcount da equipe e há a expectativa de mais 21% de crescimento das equipes
Gráfico mostrando quantos product designers receberam aumento de salário
84% dos entrevistados afirmou que recebeu aumento de salário nos últimos 2 anos. E há a expectativa de mais 20% de aumento nos próximos períodos.

Como as empresas podem atrair talentos?

As empresas já entenderam a grande importância do Product Design em sua estratégia. Apesar disso, os gerentes estão com dificuldades para montar equipes com profissionais talentosos, já que a demanda das empresas é muito maior do que a oferta de Product Designers.

O Product Design Hiring Report mostra insights para que os recrutadores consigam entender como atrair bons profissionais para as empresas, levando em consideração o que eles mais valorizam em uma empresa — diga se de passagem não é o salário.

Cultura do Design

O primeiro critério que os Product Designers avaliam em uma empresa é a Cultura de Design.

Mas o que significa uma empresa ter uma Cultura de Design? Significa que todo o ambiente empresarial é baseado em princípios de Design Thinking e onde o foco principal é melhorar a experiência do usuário em seus produtos.

A IDEO descreve 5 características que são essenciais em uma Cultura de Design robusta:

  1. Curiosidade sempre: Todos da empresa estão sempre fazendo perguntas e há sistemas e processos que ajudam a responder tais perguntas;
  2. Experimentação frequente: Os colaboradores estão sempre explorando diferentes soluções possíveis. Dessa forma há muito mais sucesso nos lançamentos dos produtos;
  3. Colaboração entre times: Integração e comunicação entre todas as áreas e hierarquias da empresa, fazendo com que nenhum projeto esteja anônimo;
  4. Storytelling: Ter um responsável por cada projeto que construa um storytelling eficiente e encantador;
  5. Mais ideias: Explorar novas ideias diariamente, promovendo discussões, interações e feedbacks.
Gráfico mostrando as características mais valorizadas em empresas que procuram Product Designers
84% dos Product Designers acham importante a Cultura do Design nas empresas.
O que é Design thinking e como aplicar? Leia aqui!

Outras qualidades valorizadas

Além de uma Cultura de Design presente, a pesquisa questionou os entrevistados sobre o que mais levam em consideração ao avaliar uma oportunidade de emprego.

As principais qualidades levantadas foram:

  • Resolver problemas desafiadores;
  • Trabalho com propósito;
  • Flexibilidade de trabalho remoto;
  • Nova equipe de Design — o que permite novas experimentações e direcionamento.
Gráfico mostrando outros valores importantes para o candidato em Product Design
Para 81% dos entrevistados saber que irá resolver problemas desafiadores é um diferencial em um trabalho.
Dica de artigo: Google I/O 2019 — Oportunidades em UX Design e mais

Como o Product Designer pode chamar atenção?

As responsabilidades do Product Designer evoluíram muito. Eles deixaram de ser vistos como apenas profissionais de criação e cada vez mais estão sendo exigidos de aprender novas habilidades de negóciosoft skills.

100% dos gestores concordam que para um Product Designer se diferenciar é preciso que ele tenha tanto hard skills (técnica) quanto soft skills. (2019 Product Desing Hiring Report)

As mais valorizadas hard skills são:

  • UX Design;
  • User Research;
  • UI Design.

Por sua vez, as soft skills mais valorizadas são:

  • Colaboração/ Trabalho em equipe;
  • Comunicação;
  • Empatia.
Tabela mostrando os principais soft skills
Colaboração, comunicação e empatia são os Top 3 soft skills mais valorizados.
Tabela mostrando as hard skills
UX Design, User Research e UI Design são as Top 3 hard skills mais valorizadas.
Jon Vieira já escreveu sobre 5 Soft Skills para você fazer a diferença como Designer
98% dos gestores concordam que o Designer precisa conseguir trabalhar bem entre equipes com o objetivo de encontrar soluções eficientes para os problemas. (2019 Product Design Report)

O bom senso de colaboração e o trabalho em equipe são pontos fortes que estão sendo procurados pelas empresas. É imprescindível que o Product Designer possua essas habilidades.

Dessa forma, o profissional precisa ser cada vez mais completo. Com habilidades de gestão, de processos e não somente habilidades técnicas – hard skills.

É importante ressaltar, portanto, todo o conjunto de soft e hard skills nas entrevistas e no currículo, pois isso com certeza fará a diferença na hora da contratação.

A importância das soft skills criou uma outra percepção para os gestores: o Product Designer não precisa ter um background em design para ser contratado.

A pesquisa da InVision mostra que os gestores dão valor a um profissional com background diferente, principalmente para Gestão de Produto (74%) e Engenharia (53%).

Gráfico mostrando os Backgrounds mais desejados
Background em design não é diferencial. As empresas procuram por profissionais com diferentes experiências.
Veja no nosso canal do Youtube entrevistas com vários alunos que migraram para UX Design vindo de diversos backgrounds www.youtube.com/c/AelaBrasil

É importante saber programar?

Essa é uma pergunta que causa bastante polêmica por entre os Product Designers. Afinal, é importante ou não, saber programação?

A pesquisa da InVision mostrou um ponto de vista interessante: os gestores veem a programação como importante, porém não estão dispostos a pagar mais pelo profissional que sabe.

80% dos gestores disseram procurar por candidatos com habilidade em programação. Contudo, apenas 13% deles está disposto a pagar mais para esse profissional. (2019 Product Design Report)
Gráfico mostrando a percepção dos gestores em relação ao candidato saber programação ou não
A maioria dos entrevistas concorda que saber programação é de certa forma relevante para o cargo.
Dúvidas sobre se Designer precisa saber programação? Leia nosso artigo!

Com certeza o Product Design Hiring Report trouxe dados e pontos bastante interessantes e que confirmam e fortalecem muitas coisas que já vínhamos compartilhando há tempos por aqui.

Esse foi o primeiro relatório feito sobre o tema e a InVision não compartilhou se haverá futuras pesquisas. Contudo, aqui na Aela temos conteúdos frequentes sobre os temas abordados no relatório e sobre diversos outros temas sobre a área de UX/UI Design.

Acesse nossos conteúdos no Blog, Youtube e Podcast, para ficar sempre atualizado sobre tudo o que acontece em Product Design.

UX Careers Design