written by
Aela.io

5 Livros Essenciais Para Iniciar Em UX, Segundo Felipe Guimarães

Carreira 6 min read

Neste artigo, Felipe Guimarães — mentor e fundador da Aela — dá dicas de leitura essenciais para a área de UX Design e relacionado ao empreendedorismo e negócios, já que é importante para o Designer ter essa visão também.

Dessa forma, estas indicações de livros têm o intuito de ajudar e orientar aqueles que desejam estudar mais sobre a área, ou até mesmo se aprofundar no assunto.

1) Não me faça pensar — Steve Krug

O título “Não me faça pensar”, em inglês “Don’t make me think”, 2002, já se tornou um clássico para os amantes de UX Design. O autor, Krug, defende a teoria que o usuário não deve pensar muito na hora de usar uma interface.

O produto deve sempre ser fácil, simples de entender e de usar. Confira um trecho do livro:

"Quando examino uma página web, ela deve ser evidente por si só, auto explicativa, tanto quanto humanamente impossível. Eu devo ser capaz de entendê-la — o que é e como usá-la — sem ter de me esforçar para isso"(KRUG, 2009, p.9).

O livro conta com muitos exemplos práticos e reais que vão te auxiliar a entender melhor sobre empatia; que aliás é uma habilidade essencial para qualquer Designer.

Dica de Leitura: 10 Lições Incríveis de Usabilidade de “Não Me Faça Pensar”

2) Inovação em modelos de negócios — Business Model Generation - Alexander Osterwalder e Yves Pigneur

O Business Model Generation, ou Inovação em Modelos de Negócios em português, 2010, é um livro com uma abordagem mais estratégica de mercado.

O intuito é servir como um manual prático e inspirador para pessoas que buscam aprimorar um modelo de negócios ou “tirar do papel” um projeto novo. Contém técnicas de inovação poderosas e práticas utilizadas pelas empresas que são referências mundiais.

Você também aprenderá estratégias para compreender, projetar e implementar de forma sistemática um novo modelo de negócios, ou até mesmo re-analisar e renovar um antigo.

O mais interessante nesse livro é que ele traz uma 'Tela' de Modelo de Negócios, ou Business Model Canvas. Isso é um método prático para desenvolver um negócio ou projeto, fazendo um follow-up e uma atualização eficiente aos parâmetros definidos e alcançados.

Esse método permite projetar, de forma prática, a maneira de como operar e gerar valor ao mercado, com definição dos principais fluxos e processos. Isso permite uma análise e melhor visualização do modelo de negócio de atuação no mercado.

O modelo de negócio descreve a lógica de como uma organização cria, proporciona e obtém valor” (OSTERWALDER; PIGNEUR, Business Model Generation

O melhor é que o design do livro é bem integrado, visual e prático para que o leitor faça utilização imediata do método. É, então, indicado para UX Designers que estão prontos para expandir a mente com modelos inovadores de criação de valor.

3) A Cauda Longa — Chris Anderson

O best-seller do New York Times e vencedor do Prêmio Gerald Loeb de Melhor Livro de Negócios do Ano, The Long Tail, ou Cauda Longa em português, 2006, tornou-se referência para administradores, cientistas e também profissionais que trabalham no ramo da comunicação.

O livro aborda questões modernas de como a cultura e a economia estão cada vez mais personalizadas, ou seja, voltadas para públicos específicos. Assim, a Cauda longa representa estratégia de focar em várias opções com pouca demanda, ao invés de poucas opções com muita demanda. Segue a imagem:

A imagem revela que as coisas “mais genéricas” possuem maior demanda, mas em quantidade são mais limitadas. Já as coisas que ficam na área da cauda longa — mais específicas - representam menor demanda. Porém são tantas opções que acabam superando as genéricas em quantidade. Ou seja, para varejistas, trabalhar com produtos que fazem parte da cauda longa pode ser mais rentável quando acumulado.

A leitura revela a importância de entender a busca por um determinado produto na internet, que é uma informação importante para as empresas. Com esses dados as empresas ficam mais seguras e corretas em suas decisões, já que possuem feedback dos usuários e relevância no mercado.

“Quando se pensa no assunto, a maioria dos negócios de Internet bem-sucedidos de alguma maneira explora a Cauda Longa. O Google, por exemplo, ganha boa parte de seu dinheiro não com grandes empresas anunciantes, mas com a propaganda de pequenos negócios (a Cauda Longa da propaganda) […] Ao superar as limitações da geografia e da escala, empresas como essas não só expandem seus mercados, mas também, o mais importante, descobrem outros mercados inteiramente novos. Além disso, em todos os casos, esses mercados que se situam fora do alcance dos varejistas físicos se revelaram muito maiores do que seria de esperar — e se tornam cada vez mais vastos" (ANDERSON, Chris, 2006, p. 26)

Confira um TED Talk pelo autor do livro, no qual ele explica em detalhes sobre a ideia da Cauda Longa.

4) A estratégia do oceano azul: Como criar novos mercados e tornar a concorrência irrelevante — W. Chan Kim e Renée Mauborgne

Blue Ocean Strategy entrou para a lista de mais vendidos em cinco continentes e foi traduzido para 44 idiomas.

A partir da ideia de que concorrência no mercado é um “oceano sangrento” com tubarões perseguidores (concorrência) lutando por clientes e lucros, o livro traz uma nova perspectiva sobre o tema.

A abordagem do livro é sistemática e coloca a concorrência como irrelevante; não no sentido de ser ignorada, mas buscar entender os consumidores que consomem um produto ou serviço para resolver um problema. Dessa forma, diferenciar um produto ou serviço e desenvolvê-lo a partir das necessidades do usuário, uma visão compartilhada em UX Design.

Durante a leitura você verá os princípios e as ferramentas que qualquer empresa pode utilizar para criar, desenvolver e desbravar seus próprios oceanos azuis. Ou seja, novos e intocados espaços de mercado cheios de oportunidades de crescimento.

“Uma leitura essencial para todo estrategista ou empreendedor disposto a deixar as águas intensamente competitivas e infestadas de tubarões para mergulhar no oceano aberto, repleto de oportunidades.” — Business Insider

As 6 fronteiras da estratégia do oceano azul:

  1. Examine os setores alternativos
  2. Examine os grupos estratégicos dentro dos setores
  3. Examine a cadeia de compradores
  4. Examine as ofertas de produtos e serviços complementares
  5. Examine os apelos funcionais e emocionais dos compradores
  6. Examine o transcurso do tempo

Confira um vídeo explicando de forma simples o que é a estratégia do oceano azul:

5) A Startup Enxuta — Eric Ries

A Startup Enxuta, 2012, traz a metodologia que tem como objetivo minimizar o ciclo de desenvolvimento de um certo produto de uma empresa. Assim, a ideia é realizar, primeiramente, a experimentação de diversas ideias de forma rápida e barata com potenciais consumidores. A partir dos testes, aplicar melhorias até que se alcance a melhor versão possível e ser inserido realmente no mercado.

O livro é indicado para quem deseja desenvolver novos produtos rentáveis e sem desperdício. Ries, que é empreendedor residente na Harvard Business School, define desperdício como “toda atividade que não contribui para se aprender a respeito dos clientes”.

A Startup Enxuta agrega muito ao trazer histórias reais e experiências de algumas das empresas com perfis dinâmicos da atualidade.

Dica de Leitura: Lean Startup - A Revolução na Maneira de Fazer Negócios

Se você gostou desse conteúdo não se esqueça de clicar em curtir e compartilhar! Esse pequeno gesto ajuda bastante no nosso trabalho! Fique à vontade para continuar navegando aqui no Blog e, caso queira receber nossos conteúdos por email, inscreva-se na nossa newsletter!

Livros Negócios Business Lean UX Usabilidade User Experience Careers