written by
Aela.io

A Habilidade de Resolver Problemas em UX Design com o Método das Torradas

9 min read

Entenda como resolver problemas complexos de UX Design dentro de uma equipe e como gerar a ideias e soluções inovadoras através de um exercício prático que pode ser aplicado em qualquer etapa de um projeto!

UX Design e o Metodo das Torradas

Imagine que você é o Designer de uma empresa de tecnologia que desenvolveu uma plataforma de ensino. Os mentores utilizam esta ferramenta para gerenciar as aulas e projetos dos alunos. Esta necessidade nasceu quando você, designer, entrevistou alguns mentores para entender o processo de avaliação dos alunos.

Porém, ao utilizar a plataforma, tanto os mentores como os alunos encontraram diversas dificuldades, como por exemplo: dificuldade para compartilhar os exercícios na plataforma, falta de ferramentas para categorizar os exercícios e dificuldades para avaliar os alunos por um dispositivo móvel, etc.

Você, como parte do time de UX Design, precisa encarar todos esses problemas e propor soluções criativas e eficazes, já que o projeto está a ponto de fracassar em virtude dos diversos problemas encontrados.

Então, nesse momento talvez você estaria se perguntando: "Mas por onde começar? Como buscar soluções criativas para resolver todos esses problemas?"

Esse é um exemplo fictício, mas tudo próximo da realidade do dia a dia do UX Designer.

Assim, foi pensando nesse desafio diário que os Designers tem de gerar a ideias e buscar soluções inovadoras que hoje apresentamos para você um exercício prático para solucionar problemas em equipe, desde os mais simples até os mais cabeludos, que foi desenvolvido por Tom Wuejec: o método das torradas!

O que faz um UX Designer? Como é seu dia a dia? Quais as ferramentas que ele usa e quais os desafios mais comuns que ele encontra em seu trabalho? Confira nesse artigo

Começando pelas Torradas

Uma boa forma de buscar soluções eficazes para problemas “cabeludos” é buscar novas formas de repensar esses problemas e criar soluções em grupo.

E é exatamente isto que Tom Wuejec propõe para melhorar a visualização dos problemas através do Design e Tecnologia.

Wuejec é autor de vários livros, professor universitário na Singularity University e uma das referências na atualidade, quando o assunto é visualização de negócios.

Ele tem várias técnicas interessantes e que podem ser aplicadas em UX Design, entre elas, o método das torradas.

O Método das Torradas é um exercício simples que auxilia as equipes a resolver problemas complexos.

O exercício, quando vinculado a outras habilidades de UX Design, como:

Pode gerar resultados incríveis!

O método possui 3 etapas e começa em uma proposta similar a fazer torradas. Então, veja como aplicar esse exercício visando buscar novas formas de repensar problemas. E criar soluções eficazes para seus projetos de UX Design!

Primeiro Passo

Primeiro, com uma folha de papel em branco e uma caneta, você deve esboçar, sem utilizar palavras, o processo de se fazer uma torrada. Então, a maioria das pessoas começam a desenhar algo assim:

Processo de se fazer torradas - UX Design

A torradeira, os pãezinhos, depois os pãezinhos dentro da torradeira, eles sendo esquentados na torradeira. E de repente ele salta e felicidade: estão prontas as torradas!

Tom, estudou por muitos anos essas ilustrações. E concluiu que há muitas formas de fazer algo, mesmo ela sendo algo tão simples como torradas! Sua vasta coleção de desenhos mostra métodos diferentes de fazer torradas:

Algumas só veem o produto – a torradeira – como a parte mais importante do processo. Já outras só veem a finalização e não processo: as torradas quentinhas, já no prato.

Dessa forma, apesar de tantas possibilidades vistas nos desenhos, Wujec observou algo em comum entre eles: todos os desenhos tinham nodes (nós) e links (ligações).

Nodes + Links = Sistems Model

Os "nós" (que na figura estão em laranja) são representados pelos objetos e pessoas. Já as "ligações" (que estão em verde) representam as conexões entre objetos e pessoas.

Assim, para ele, os "nós" em conjunto com as "ligações" formam um modelo visível. E isso acontece por causa da capacidade do nosso cérebro criar e recriar como funciona uma coisa.

Por exemplo: quando você vê um prato, uma faca, uma torrada e uma manteiga, seu cérebro conecta estes pontos da forma mais usual que aprendeu quando era criança para utilizar estes elementos.

Porém, nada impede que seu cérebro amplie as possibilidades e ajude você a fazer e/ou consumir torradas de outra forma. Por exemplo: você pode comprar as torradas prontas e utilizar a manteiga, a faca e o prato. Ou você pode pegar os pãezinhos do dia anterior, cortar e colocar no forno e então, obter torradas.

Portanto, para cada pessoa a torrada pode se configurar de um jeito no cérebro. E criar outras conexões, que permitam que ela prepare ou consuma o alimento de outro jeito.

Processos UX Design

Então, o autor aponta que se você quer comunicar algo visualmente, deve prestar atenção nessas possibilidades e como chegar até elas. Não importa se você é um desenhista ou não. Afinal, toda pessoa tem a habilidade intuitiva de ilustrar no papel como fazer torradas e um caminho pra que elas cheguem até o prato. Ou seja:

Intuitivamente, todos sabem como dividir coisas complexas, transformá-las em coisas simples e sintetizá-las. – Tom Wujec

Portanto, diante de um problema você pode quebrá-lo em várias partes para enxergá-lo melhor e a partir disto criar novos desenhos e caminhos para solucioná-lo.

E isto não é um dom de uma pessoa ou de outra, é uma habilidade que todos tem a capacidade de desenvolver.

Veja como superar desafios e migrar e para UX Design!

Segundo Passo

Desenhar o modo de fazer torradas dentro de post-its e colá-los em um lugar visível, porque dentro deste passo é possível ver mais detalhes. Já que são desenhadas mais etapas importantes que acabaram ficando de fora no primeiro esboço.

Assim, após fazer os seus desenhos nos post-its, cada pessoa da equipe colará em um lugar visível para todos. E enquanto elas colam, podem movimentar os objetos, criando as conexões.

Então, feitas as colagens e se afastando para ver o todo, será possível ver as ideias que se conectam, as que se complementam e as que podem ser descartadas.

Post-it workshop UX Design

Embora pareça comum, combinar as ideias em blocos é uma das maneiras para obtermos clareza no que queremos. E isto é muito importante dentro de projetos de UX Design.

Teóricos apontam a facilidade que temos de mudar uma representação, e adequá-la ao modelo que consideramos que vai trazer mais melhorias no projeto.

Assim, embora possa parecer bobagem utilizar post-its e deixá-los visíveis para a equipe inteira, esse processo tornam o trabalho mais fluente.

E sabe porque? Pois, ele amplia a capacidade de visualização do todo. Dessa forma, com os post-its fica mais fácil imaginar objetos e pessoas em movimento do que um simples desenho estático no sulfite ou numa lousa, onde você ficaria parado com algum outro colega, tentando imaginar hipóteses.

Além disso, os post-its também ajudam a identificar exatamente em que ponto do projeto estão e quais são as dificuldades do problema. Portanto, é uma etapa muito importante.

Post-it
Confira a dica de 5 livros para melhorar a sua performance em UX Design

Terceiro Passo

Nesse passo do exercício vamos desenhar como se faz torradas em grupo!

modelo de projeto unificado

No começo pode parecer um pouco confuso, pois são muitas ideias e formas diferentes de se fazer torrradas. Mas, como diz o velho ditado, “duas cabeças pensam melhor que uma”.

Então, na medida em que o grupo pensa e repensa os blocos de como fazer torradas, o modelo fica mais aprimorado e se torna mais claro.

Assim, as sugestões e as ideias de cada pessoa envolvida no projeto fazem com que exista uma melhor construção de novas ideias.

E então, são dessas ideias aprimoradas no grupo que surge um modelo de projeto unificado e mais eficaz.

Ah, uma dica, se você construiu isso em silêncio verá como o processo será muito mais rico em ideias e, além disso, será mais rápido. Pois, a comunicação muitas vezes pode atrapalhar o processo de geração de ideias.

Outra observação importante, é que nessa construção em grupo surgirão vários nós e links, em virtude da pluralidade de pessoas. Porém, isso não será algo negativo, mesmo que mais complexo (mais etapas) já que todos colaboraram para que estes modelos fossem construídos.

Processo de UX Design para gerar ideias
Visão estática em uma reunião
Visão dinâmica, com vários nodes
Quando as pessoas trabalham juntas, em circunstâncias corretas, modelos de grupos se tornam melhores que os modelos individuais – TomWujec

E o Que Isso Tem a Ver com UX Design?

Systems Thinking e UX Design

Você já esteve dentro de um projeto onde a equipe travou ou não conseguiu ter ideias que entrassem em um consenso pra sair do lugar? Dessa forma, este exercício pode ser uma mão na roda para resolver isto!

Afinal, trabalho em equipe e solução de problemas, não é mágica, tampouco sorte, é treino, perseverança e empatia!

Este exercício de visualização junto com o diálogo da equipe, podem ser aplicadas para qualquer tipo de problema ou segmento de negócio. A ideia é produzir ideias inovadoras e eficientes.

Um exemplo interessante de resultado incrível alcançado por uma empresa que utilizou esse exercício proposto, foi a Editora Rodale. Eles perderam muito dinheiro em um ano e a equipe executiva passou 3 dias visualizando ideias para correr atrás do prejuízo.

O resultado? Após aplicarem esse exercício para visualizar como a empresa funcionava como um todo, eles conseguiram um faturamento no valor de 50 milhões de dólares!

Além disso, saíram do nível classe D para a classe A, segundo pesquisas de opiniões respondidas por seus clientes. E isto só foi possível porque a equipe estava toda alinhada na resolução de problemas e em trazer possibilidades novas para seus usuários!

Portanto, o método das torradas, quando aplicado, pode ajudar a solucionar problemas de comunicação e alinhamento na equipe. Além de:

  • Visão organizacional do projeto;
  • Visão da experiência do cliente;
  • Sustentabilidade do projeto a longo prazo;
Aqueles que veem seu mundo com nós e links, realmente tem uma vantagem. Este ato de visualização de fazer e refazer em grupo produz alguns resultados notáveis. - Tom Wujec

O exercício das torradas, é uma prática para tornar as ideias visíveis, palpáveis e facilitar a sequência do projeto.

Esperamos que você consiga aplicar esse exercício em seu dia a dia e na diversidade de projetos de UX Design!

Mais Dicas

O autor mantém um site onde você pode conferir mais dicas, materiais, aprender como aplicar workshops e ainda, fazer download de templates.

Além disso, você pode assistir a palestra completa do Tom no TED, onde ele explica esse exercício incrível:


Gostou do artigo? Deixa um comentário! O feedback de vocês é muito importante para continuarmos criando conteúdos relevantes.Se você quiser encontrar mais artigos como esse, acesse nosso Blog!

Lá, você tem diversos temas relacionados a UX Design. Desde ferramentas e conceitos até dicas para migrar de carreira! Fique ligado para não perder nenhum aprendizado!

Ficou com alguma dúvida? Manda uma mensagem!