written by
Aela.io

Business Design: Por Que é Importante Saber Sobre Negócios?

UX Careers UI 9 min read

O mercado de trabalho exige que os profissionais tenham uma visão de negócio, além da parte técnica e operacional. Para os Product Designers, essa habilidade já é essencial. Confira nesse artigo o que é Business Design e como ele é importante para sua carreira.

tablet e gráficos de Business Design
Photo by William Iven on Unsplash

Durante o processo de recrutamento e seleção, as empresas procuram por profissionais diferenciados e completos. Ora, isso não é novidade!

Mas para um Product Designer, o que significa ser completo e diferenciado?

Ao contrário do que pode-se pensar, ser um profissional de Design diferenciado não se limita a usar diferentes softwares, fazer Designs bonitos e complexos, ou ainda, saber programação. O UX Designer, assim como diversos profissionais, precisa entender de negócios para conseguir lançar um produto de sucesso que, eventualmente, irá trazer bons resultados para a empresa.

Considerar Design como uma área somente criativa e que não tem relação alguma com os negócios da empresa, já é coisa do passado. Por conta disso, o conceito de Business Design cresce e está cada vez mais requisitado pelas empresas.

Continue a leitura para entender o que é Business Design e como ele pode ajudar a sua carreira.

Boom do UX Design: Entenda porque você deve migrar agora para UX Design

O que é Business Design?

O Business Design é a combinação de duas áreas: Design e Gestão de Negócios.

Em um primeiro momento, o nome pode dar a impressão de ser um cargo que lida integralmente com números e planilhas. Contudo, essa não é uma verdade. Quem trabalha como Business Designer ainda trabalha com criação, mas é preciso que tenha também uma visão mais aprofundada de negócios para que seu produto/ projeto seja bem sucedido.

Carl Fudge, um dos Business Designers da IDEO, caracteriza o cargo da seguinte forma:

"O Business Design foca em fazer o negócio tão belo quanto o Design. Os clientes são sempre um fator importante na hora de tomar uma decisão de negócios. Por exemplo: Quem usaria isso? Como o venderíamos? Quem estaria disposto a pagar por isso? O que torna essa ideia diferente das outras soluções neste espaço?" - Carl Fudge - IDEO

David Schmidt, sócio da United Peers, coloca ainda mais algumas definições sobre Business Design:

  • É a aplicação de métodos e processos de Design no desenvolvimento e inovação de modelos de negócio;
  • É criar e capturar valores;
  • Transforma uma proposta de valor em valores de negócio reais;
  • Cria novos valores baseado em relações.
Carl Fudge Business Designer IDEO
Carl Fudge

O processo do Business Design

Ainda segundo David Schmidt, há um processo sistemático envolvendo o Business Design. Há 3 passos que compõem esse processo:

  1. Visão de Mercado: entender quem são os seus concorrentes, os elementos que o compõem e suas forças. O Business Design deve traduzir essas informações, cruzando com dados da indústria e estabelecer premissas;
  2. Modelo de Negócio: desenvolver um modelo de negócio, avaliar e escolher as melhores premissas e dados;
  3. Testar: colocar o modelo em prática, aprender, corrigir e repetir.

Em resumo, o Business Design ainda é um cargo que participa da parte de criação, pesquisas e testes. Contudo, é responsabilidade dele combinar a arte com a parte de negócios, viabilizando o produto para o mercado e trazendo resultados para a empresa e seus clientes.

Entretanto, esse mindset não deve se limitar a responsabilidade de apenas uma pessoa — seja ela Business Designer ou não — ou departamento. Todos os profissionais da empresa, principalmente os Product Designers, devem ter em mente a visão de negócio para garantir a criação de produtos/serviços lucrativos e que garantam a sustentabilidade da empresa.

Business Design Process
Processo de Business Design de David Schmidt
A visão de negócios não está somente no seu trabalho. Entenda como você também pode se tornar um Designer Empreendedor nesse artigo.

Por que Business Design é importante?

O mundo e o mercado estão cada vez mais competitivos e dinâmicos. Podemos listar diversos fatores responsáveis por isso, de acordo com o conceito VUCA:

  • Volatilidade: o dinamismo e a rapidez com que o mundo e o mercado mudam causam sua própria volatilidade;
  • Incertezas: as rápidas mudanças causam incertezas. Há muitas surpresas, mudanças de direção, imprevisibilidade, e é preciso estar pronto para combater cada um desses elementos;
  • Complexidade: as incertezas trazem complexidade para os processos. Hoje é natural trabalhar com multidisciplinaridade. Quanto mais o mundo muda, mais complexo ele se torna;
  • Ambiguidade: por sua vez, a complexidade cria um espectro enorme de oportunidades. Não se fala mais somente em preto e branco, mas também em diversos tons cinzentos entre os dois extremos.

Por conta desses fatores, as empresas precisam que haja um profissional que consiga administrar os projetos de Design, sempre tendo em mente o mercado e como ele irá agir ou reagir.

Para tanto, é importante para o Product Designer de maneira geral, não somente aqueles que ocupam cargos relacionados a Business, entender sobre alguns conceitos de Administração, pelo menos de maneira ampla, como por exemplo:

  • Modelos de negócio;
  • Estratégias de Marketing;
  • Custo, despesa e preços;
  • Tendências do mercado.

Claro, tudo isso sem perder o foco na experiência e no usuário, que são os protagonistas de todo projeto de UX Design.

Leia a entrevista de Thiago Alves e entenda como um Administrador migrou para UX Design.
Lendo sobre Negócios no Jornal
Photo by Adeolu Eletu on Unsplash

Benefícios do Business Design

Combinar os conceitos de Design com os conceitos de Negócios traz alguns benefícios importantes para as empresas:

  • Facilidade na resolução de problemas: entender a volatilidade do mercado faz com que tenhamos resoluções também voláteis. Cada problema diferente deve ser enfrentado com uma solução diferente. O Business Design traz essa criatividade ao passo que entende as necessidades do cliente, percebe novas oportunidades e está atento a inovações;
  • Aprendizado constante: o Business Design quebra o paradigma do medo de arriscar. A partir do momento que se perde o medo, abre-se caminho para novas oportunidades e novas ideias inovadoras. O ponto principal é arriscar, errar, aprender e ajustar;
  • Multidisciplinaridade: a fusão de diversas áreas e disciplinas traz complementariedade e novos olhares e perspectivas. Uma empresa não é formada por áreas isoladas, mas sim por áreas que se comunicam e interagem. Quanto melhor for a integração de disciplinas, melhor o leque de oportunidades para resolver os problemas.
  • Foco em resultados: os times, como um todo, possuem o mesmo objetivo de gerar resultados financeiros e de sustentabilidade para a empresa.
Leia o 2019 Product Design Hiring Report (Insivion) e saiba o que as empresas mais valorizam nos candidatos a Product Designer.

Diferencial no Currículo

O Business Design não traz melhorias apenas para as empresas. O profissional que tem essa visão global dos processos é bem visto pelos recrutadores e as empresas "brigam" por ele.

Não é à toa que um dos Insights do 2019 Product Design Hiring Report foi justamente a questão do background diferenciado procurado pelas empresas. A maior parte dos gestores vê com bons olhos o profissional de Design que possui experiência em outras áreas ou que possuem conhecimentos diferentes dos de Design.

A aluna do MID Fábia Coelho atribui sua empatia na aplicação dos testes de usuários à sua experiência prévia em atendimento ao cliente.

"Além disso, toda a experiência é válida para as outras funções que você desempenha. Por exemplo, eu fique muito tempo trabalhando com atendimento ao publico, o que hoje me ajuda na comunicação e na empatia na hora de aplicar testes com usuários." - Fábia Coelho
Leia a entrevista completa da Fábia Coelho e entenda como ela conseguiu 2 oportunidades em UX em apenas de 1 ano!
Gráfico sobre Backgrounds desejáveis
2019 Product Design Hiring Report by Invision - Backgrounds Desejáveis

Como aprimorar minha visão de negócios?

Agora que está claro o quão importante é saber sobre negócios, mesmo para você que não vai atuar como Business Designer, fica a pergunta no ar: como conseguir aprimorar a minha visão sobre Business?

Talvez a resposta mais automática para essa pergunta seja procurar algum curso relacionado ao tema. Contudo, não necessariamente você irá encontrar um curso sob o nome de Business Design. Será preciso pesquisar aqueles que possuem uma visão voltada para estratégia de negócios.

Existem cursos que podem ser bem interessantes para agregar a visão de negócios, ou então para estimular a criação de novos processos – como Design Thinking e Storytelling.

No entanto, existem outras formas de se adquirir esse mindset desejado pelo mercado, como através livros, que são sempre uma boa opção para o aprendizado; a participação em palestras e eventos de UX Design, além do contato com a comunidade para trocar experiências, etc.

Inclusive, nosso Mentor Felipe Melo já deu dicas de livros importantes para aumentar o conhecimento de um UX Designer. E o mais incrível é que a maioria de suas indicações são livros sobre negócios — como por exemplo Inovação em Modelo de Negócios e Estratégia do Oceano Azul.

“O modelo de negócio descreve a lógica de como uma organização cria, proporciona e obtém valor” — autores do livro Business Model Generation
Business Model Generation - livro
Livro Business Model Generation indicado por Felipe Melo
Confiram também as 5 indicações de livros de Jon Vieira para você se tornar um UX Designer diferenciado.

Soft Skills também são importantes

Além de aprendizados técnicos sobre Business, é importante também aprendizados de diferentes habilidades, importantes em qualquer profissão.

As chamadas Soft Skills são consideradas habilidades comportamentais essenciais para qualquer profissional:

  • Boa comunicação;
  • Empatia;
  • Liderança;
  • Saber dar Feedbacks.

Acima estão apenas algumas das Soft Skills importantes para você se desenvolver.

No 2019 Product Design Hiring Report também foi relatada a importância que as Soft Skills fazem na contratação de profissionais.

Tabela de Soft Skills Desejáveis
2019 Product Design Hiring Report - Soft Skills desejáveis
Jon Vieira listou as 5 Soft Skills essenciais para o UX Designer. Confira e faça a diferença na sua carreira.

O Product Design está ganhando cada vez mais corpo e importância. E já não deve ser mais visto como uma profissão somente criativa. Ela deve ter viés estratégico e de negócios para trazer resultados tangíveis as empresas.

Por isso, para você se destacar como um profissional diferenciado no mercado de UX esse mindset de Business deve fazer parte do seu skillset.

E não importa a fonte do conhecimento, o importante é não parar de aprender. Seja por cursos, livros ou artigos, se você almeja crescer como um Product Designer é preciso ficar antenado nas tendências e direcionamentos do mercado como um todo.

Nós da Aela nos preocupamos sempre em trazer conteúdos importantes para o seu desenvolvimento. Acesse nosso blog, Youtube e Podcast para ficar sempre atualizado!

Careers UX Business Design