written by
Aela.io

Da Administração Para UX Design — Entrevista Com Thiago Alves

Video 7 min read

Nessa entrevista, Thiago Alves, aluno do nosso Bootcamp Master Interface Design (MID), conta como migrou da Administração para UX/UI Design. Ele o fez devido a sua paixão por Webdesign e pela necessidade de impactar positivamente o consumidor.

Thiago, compartilha um pouco sobre você e seu background antes de migrar para UX Design.

Eu sou formado em Administração, com pós-graduação em Gestão Empresarial. Contudo, o Design sempre esteve muito presente na minha vida .  Desde criança, minha diversão era fazer sites para os meus amigos.

Quando eu comecei a fazer faculdade, não havia nenhum curso na área de Design, então acabei indo para Administração mesmo.

Wireframe de UX feito por Thiago Alvez
Wireframe feito por Thiago Alves

O que atraiu sua atenção para o UX?

Depois de trabalhar com a área de criação de sites, eu trabalhei por bastante tempo com Marketing Digital, de 2014 a 2018. Nessa época, eu fazia tanto a parte Design Gráfico, mais voltado para a publicidade, e gestão de campanhas.

Eu sou apaixonado por serviços e produtos que colocam os usuários como centro das decisões e operações. Como por exemplo o Nubank. Então, eu já conhecia um pouco sobre UX, mas não muito a fundo. De um ano para cá, passei a sentir falta de impactar as pessoas por meio do Design, como eu vinha fazendo no Marketing Digital.

Na mesma época em que percebi que poderia fazer a diferença na vida das pessoas com o Design, vi um anúncio para o Bootcamp MID. Pensei que era a oportunidade certa e decidi focar nisso. Tomei a decisão de migrar de área e comecei a estudar bastante sobre UX.

Como fluiu o seu processo de migração para UX?

Eu comecei a trabalhar com UX quando terminei o curso de Administração — inclusive, a minha faculdade foi a minha primeira cliente. Eles tinham um site fraco e eu levei uma proposta de reformulação .  Fiz a apresentação, eles gostaram e eu comecei a trabalhar para eles.

Depois desse trabalho, as coisas foram fluindo naturalmente. Logo em seguida, eu fiz o site da prefeitura da minha cidade (Monte Carmelo, MG). Por ser uma cidade pequena, eu fui fazendo meu nome lá. Uma recomendação foi puxando outra, e acabei criando uma carteira de clientes bem legal.

Eu também comecei a trabalhar como freelancer para uma empresa multinacional, através de fóruns de marketplace. Nesse fórum em específico, tinha várias seções com demandas de diferentes tipos de empresa. Lá, elas colocavam o tamanho da empresa, os requisitos e o que o profissional deveria fazer. Quem se interessasse, mandava uma proposta de valor pelo trabalho.

Sketch Projeto Nespresso - nivel 3 MID - Thiago Alves
Dica de Leitura: Como Aproveitar meu Background e Migrar para UX Design?

Thiago, você tinha falado que iria mudar de área em seis meses. Isso aconteceu, de fato?

Eu vi o anúncio do MID em Agosto de 2018 e comecei a fazer o curso nesse mesmo período, provavelmente no final do mês. Consegui minha vaga atual em sete meses!

A cada teste que fazia, eu aprendia muito. Eu apliquei para muitas vagas . Recebi muitas negativas. Fiquei também sem resposta de vários lugares  —  mas eu nunca me abalei. Eu sempre encarei cada processo como um novo aprendizado, então era sempre uma experiência enriquecedora.

Acho que a união de todos esses fatores me auxiliou a conquistar essa oportunidade  —  tudo o que eu aprendi no curso, toda a minha dedicação, toda entrevista e teste que eu fiz, tudo contribuiu para isso.

Eu comecei a procurar vagas em novembro de 2018. A minha primeira entrevista foi nesse mesmo mês, curiosamente para a empresa onde eu estou atualmente, a Indra, mas não era mesma vaga.

Pesquisa feita por Thiago Alves para projeto Sicoob

O que você sentiu de dificuldades no processo de migração para o UX?

Inicialmente, eu senti muita dificuldade, não só por estar migrando de área, mas também pela mudança na forma como eu trabalhava.

Eu ouvi muito nas entrevistas que estava acostumado a trabalhar de forma livre, então tinha que argumentar que sim, mas que eu tinha o desejo de trabalhar em equipe e adquirir essa experiência.

Antes de você conseguir a vaga, você já tinha feito algum freela com UX Design ou Interaction?

Eu tive uma experiência  —  foi um projeto que eu até coloquei no meu portfólio.

No segundo semestre de 2018, eu recebi uma demanda para reformular um site de uma corporativa de crédito e, como já estava com essa ideia de mudar de área, eu aproveitei essa oportunidade para aplicar, na prática, tudo o que eu já havia aprendido.

Eu fui na corporativa e conversei com alguns cooperados para tentar entender quais eram os problemas, o que funcionava bem e o que não. Enfim, fiz toda uma pesquisa para fazer o meu trabalho e consegui uma aprovação de primeira. Claro que fui polindo o projeto ao longo da execução, mas o escopo inicial foi aprovado  —  foi um case que eu usei no meu portfólio!

Jornada do Consumidor feita por Thiago Alves
Dica de Leitura: Portfólio de UX Design - 6 Dicas Essenciais para Montar o Seu

Quais foram os seus principais aprendizados ao longo das entrevistas e testes?

Eu apliquei para a vaga na Indra em novembro do ano passado, mas eu não era a melhor escolha para a posição. Fiquei muito grato pela oportunidade e entendi que, realmente, não era para ser dessa vez. Em janeiro acabei fazendo outra entrevista, para uma nova vaga, mas não deu certo, também.

Finalmente, na terceira vez, eu fiz o processo todo, conversei com os Designers do time, com o cliente, com o gestor e consegui! O importante é não desistir  —  você vai receber muitos nãos ao logo dessa jornada, mas eles contribuem muito para o seu crescimento.

Como está sendo o seu trabalho? Já está tendo algum desafio?

Está sendo tudo novo! Estou mudando de área, mudando a forma como trabalho (sempre trabalhei sozinho e agora vou trabalhar em equipe) e mudei de cidade (agora, estou em São Paulo). Já tive a oportunidade de começar num projeto incrível, atuando com os caixas eletrônicos do Santander.

Tenho aprendido na prática muita coisa que já havia visto no MID. A experiência tem sido, até o momento, muito enriquecedora! Estou muito animado com essa nova fase.

Thiago, você tocava sua carreira por conta própria. Agora, você passou por grandes mudanças e está atuando atualmente com UX Design. O que você está sentindo?

Estou me sentindo realizado. Estou fazendo algo que está sendo muito grande, estou participando de um projeto que realmente vai me agregar muito e está sendo um desafio muito grande.

Todo o aprendizado novo, até a respeito de metodologias (lá no trabalho, usamos a metodologia Agile) e tudo isso está sendo escola para mim. Acho que fiz a escolha correta em ter migrado para o UX Design.

Desenvolvimento de persona para projeto feito por Thiago Alves

Qual seria a principal dica que você daria para alguém que queira mudar para UX?

Primeiramente, eu indico fazer o Bootcamp MID. Foi um curso que abriu muito minha cabeça  —  por mais que eu tivesse um pouco de noção de UX, eu era muito focado no visual das coisas e os professores ajudaram muito a romper minhas barreiras. Eu fui absorvendo os conteúdos através dos exercícios e aulas ao vivo, as quais acho muito importante para o nosso desenvolvimento!

Eu recomendo também que você vá atrás de mais  —  leia os livros fundamentais e extras, abra sua mente para tudo o que pode aprender e preste atenção às dicas da comunidade no Bootcamp MID. Faça muitos testes, aplique para muitas vagas. Porém, foque sempre na necessidade do cliente.

Definição de prioridades feita por Thiago Alves

O que você deseja para o seu futuro?

Eu quero progredir e aprender cada vez mais. Talvez, no futuro, tocar um produto ou uma equipe. Ainda é tudo muito novo, mas acho que é isso, quero crescer nessa área, fazer cursos e me especializar cada vez mais.

Interface final do projeto Nespresso - MID nivel 3 - Thiago Alves

Se você gostou desse conteúdo não se esqueça de clicar em curtir e compartilhar! Esse pequeno gesto ajuda bastante no nosso trabalho! Fique à vontade para continuar navegando aqui no Blog e, caso queira receber nossos conteúdos por email, inscreva-se na nossa newsletter!

Migration Migrar de Carreira Carreira Internacional Bootcamp MID MID