written by
Aela.io

Design Thinking: 5 Livros que Você Precisa Ler!

12 min read

Entender as pessoas, sentir como elas, viver como elas, e ter as mesmas experiências para então oferecer um produto ou serviço ideal. Apesar de romântico, isso nem sempre é fácil. Por isso o Designer deve estar constantemente buscando se aprofundar em Design Thinking. Assim, separamos 5 dica de livros para você!

Dica livros Design Thinking

O Que É o Design Thinking?

Uma abordagem cuja finalidade é atender as necessidades dos usuários por meio da solução de problemas. Em outras palavras, é possibilitar a melhor experiência do usuário com o seu produto, colocando-se no lugar dele.

Esse é um conceito que embora tenha nascido do Design, pode ser aplicado em qualquer outra área. Atualmente, as empresas estão adotando o conceito justamente para melhorar a satisfação de seus clientes. Afinal, um cliente satisfeito torna-se um verdadeiro advogado da empresa.

Ter o poder de se colocar no lugar do outro, calçar o seu sapato, percorrer a sua trilha, sentir as suas dores é algo que vai muito além do desenvolvimento profissional. É um verdadeiro desenvolvimento emocional para quem participa.

Por isso, o Designer precisa compreender que essa é uma longa jornada. E por se tratar de uma estrada comprida, não há outro caminho a não ser estudar, estudar e estudar.

Assim, separamos neste artigo 5 livros para você aprofundar, e também melhorar a sua forma de trabalhar através do Design Thinking. Dá uma conferida!

Confira esse artigo para entender melhor o que é Design Thinking e como aplicá-lo em seus projetos de UX Design

1 - Design Thinking: Integrating Innovation, Customer Experience, and Brand Value, de Thomas Lockwood

Integrating Innovation, Customer Experience, and Brand Value, de Thomas Lockwood
O Design como um processo tem mais chances de agregar valor aos resultados finais do que qualquer outra função comercial.

Essa é uma afirmação feita por Thomas Lockwood nesse livro que precisa ser lido por todo profissional que deseja utilizar as técnicas do Design Thinking.

O livro é uma verdadeira obra prima, sendo que nele são explorados pontos de vista, técnicas, métodos e estudo de caso prático de líderes mundiais. Além disso, o livro abrange diversos métodos de design thinking, como:

  • Design Thinking em design de serviços;
  • Design Thinking na construção de marcas;
  • Pensamentos de design na criação de experiência do usuário.

Além das ideias do autor, contribuíram para a obra mais 24 outros autores. Roger Martin, autor do livro The Design of Business, diz que "Nesta compilação de ensaios de muitos dos maiores pensadores do design, Lockwood avança a nossa compreensão de interseção entre design e negócios. Eu achei isso um prazer para os dois lados do meu cérebro" conclui Martin.

O Livro, dessa forma, abre caminho para ampliar a compreensão sobre o conceito de design thinking e o seu poder de gerar resultados positivos nos negócios. Este livro está disponível na Amazon.

Com a palavra, quem leu o livro...

"Eu li alguns dos principais livros sobre design thinking. Sem exceção, descobri que eles retratam um rearranjo superficial do senso comum e das técnicas comuns como uma espécie de revolução. Esse é o primeiro livro que encontrei que convida o leitor a transformar seu conceito básico de imaginar, desenvolver e lançar um novo produto". Phil, um dos leitores do livro.

2 - The Design of Business: Why Design Thinking is the Next Competitive Advantage, de Roger Martin

The Design of Business: Why Design Thinking is the Next Competitive Advantage, de Roger Martin

Na atualidade, a grande maioria das empresas, principalmente as menores, ainda possuem um certo receio em relação à inovação. Todavia, outras procuram fazer um grande esforço para busca-lá constantemente.

Nesse esforço, tais empresas acabam gastando altas somas em P&D (Pesquisa e Desenvolvimento), na contratação de Designers criativos, consultores, e no final o resultado fica aquém do esperado. Mas, afinal, porque isso acontece?

A resposta pode ser encontrada de maneira convincente nessa obra prima de Roger Martin. Aliás, muito mais do que convincente, a resposta dada pelo autor chega a ser provocativa.

Para ele, o problema está no fato das empresas confiarem muito no pensamento analítico que somente refina o pensamento atual, mas é pobre em criatividade. Desse modo somente é conquistado pequenas melhorias nos produtos ou serviços. Já que a análise passou a vigorar em detrimento da intuição, criatividade, tenacidade e foco válidos.

O Design Thinking, segundo o autor, é uma abordagem onde uma empresa precisa lidar com mudanças, que ainda não estão claramente compreendidas tanto na necessidade dos clientes quanto na tecnologia ou ambiente competitivo.

No Livro, Roger Martin ressalta, portanto, a importância do conhecimento em Design Thinking. Ele diz que as empresas precisam, de um profissional que utiliza o Design Thinking para atingir resultados até então desconhecidos. De acordo com Martin, é preciso avaliar a maneira como um conhecimento avança de um estágio para outro. Por isso faz a seguinte classificação:

Etapas do Conhecimento:

  1. Mistério - Primeira etapa, onde ainda não é possível explicar algo;
  2. Eurística - Regra geral que nos guia na direção da solução;
  3. Algorítimo - Fórmula previsível com a finalidade de obter uma resposta;
  4. Codificação - De tão previsível a fórmula pode ser automatizada.

De acordo com o autor, na medida em que a empresa vai avançando nos estágios, a produtividade aumenta, e o custo cai. Isso vai criando, portanto, um valor enorme para as empresas.

Exemplificando

Ele então, traz alguns exemplos como Procter & Gambler, Cirque du Soleil, RIM, entre outras empresas que utilizam o Design Thinking como forma de impulsionar o conhecimento.

Recheado de insights profundos e novas perspectivas, esse livro é, portanto, uma verdadeira base para a inovação dentro da empresa. Se você quer ler essa obra prima, basta acessar esse link, o livro está disponível na versão em inglês.

Está gostando dessas dicas de leitura? Então se liga neste artigo com 5 dicas de livros essências para quem está iniciando em UX Design!

3 - Design Thinking: Understanding How Designers Think and Work de Nigel Cross

Understanding How Designers Think and Work de Nigel Cross

Design Thinking deve ser o processo criativo de qualquer design. Mas como explicar essa misteriosa "capacidade de design"?

A resposta para essa pergunta pode estar, contudo, nessa fantástica obra de Nigel Cross. Esse livro procura explorar e explicar essa capacidade do designer com base no que eles fazem quando projetam.

O autor é referência em pesquisa de design. Para se ter uma breve ideia, ele colaborou com o esclarecimento e desenvolvimento do conceito de design thinking.

Desse modo, o livro traz uma descrição acessível, lúcida e autorizada dos processos de estratégia de pensamento dos designers.

Segundo o próprio autor:

Projetar não é uma busca da solução ideal para um problema em questão, mas sim um processo exploratório. O Designer criativo interpreta o resumo do projeto não como uma especificação para uma solução, mas sim como um ponto de partida para uma jornada de exploração.

Assim, para o autor, o designer precisa explorar, descobrir algo novo. Não deve, portanto, chegar a algum lugar que já é conhecido, nem tampouco retornar com um exemplo que já é familiar.

É preciso entender que o Design Thinking está estruturado em uma série de estudos de caso aprofundados de designers que se destacaram e são hoje autoridades no assunto. Todavia, o livro vai mais além e entrelaça essa visão com questões gerais e analíticas.

Impressionante? É que você ainda não viu a gama abordada que reflete a amplitude do design. Para isso, o autor levanta questões sobre a arquitetura do design de software e de hardware à Fórmula 1.

Baseado em evidências de observação e investigação da prática do design, esse livro traz novas ideias e uma nova visão e compreensão do design thinking. Nigel Cross é considerado um dos pensadores mais influentes da área.

Ele cutuca a ferida, e vai bem ao ponto do que significa pensar e trabalhar como designer. Um verdadeiro guia para quem está iniciando ou já está há algum tempo atuando com Design Thinking.

Com a palavra, quem leu o livro...

Alex Nolan, um dos leitores do livro diz que "Este livro mudou toda minha perspectiva de Design e me empolga em projetar para mim. Não sou designer de profissão, mas isso me ajudou a ver o aspecto do design em muitas coisas que faço."

Se você também deseja ampliar o seu conhecimento sobre Design thinking, acesse esse link da Amazon e divirta-se!

Dicas de leitura sempre é bom, não é mesmo? Melhor ainda quando são vindas de quem realmente entende. Dá só uma olhadinha nessas dicas que o Felipe Melo, separou para você neste artigo exclusivo!

4 - The Field Guide to Human-Centered Design, de IDEO.org

The Field Guide to Human-Centered Design, de IDEO.org

O tema central desse livro é Design Centrado no Usuário. Mas porque estamos fazendo a indicação dessa leitura em um artigo com dicas de livros sobre Design Thinking?! Pois, os conceitos de UCD são imprescindíveis para a prática do Design Thinking.

Sem ter o foco no usuário e no centro do seu projeto será impossível aplicar o Design Thinking. Afinal, ambos os conceitos buscam levar para o usuário a melhor experiência possível.

Por essa razão, o profissional que trabalha com Design Thinking, precisa inúmeras vezes pensar um pouco mais fora da caixa, e buscar ampliar os seus conhecimentos, sendo o UCD (User Centered Design) um importante complemento.

Desse modo, The Field Guide to Human-Centered Design é um livro para ser lido e relido. Publicado pela IDEO.org, ele é um Guia para a prática do Design Centrado no Usuário.

Foi escrito tanto para profissionais novos quanto experientes, e por isso é indicado para quem trabalha com Design Thinking. Pois, revela todo o processo da IDEO.org com as principais mentalidades que sustentam a maneira como pensamos o design.

No livro, é possível entender que o Design Centrado no Usuário consiste em três fases:

  • Inspiração;
  • Criação;
  • Implementação.

Na primeira fase é onde é criado a empatia para com o usuário. É uma experiência de imersão, onde será entendido quais são as reais necessidades da persona.

Já a segunda fase é onde serão entendidas as informações coletadas, e então as oportunidades serão identificadas, encontrando possíveis soluções. Já na última fase, a da implementação, é onde essas soluções são vivificadas, implementando-as em um cenário da vida real.

São inúmeros métodos descritos no livro...

São 57 métodos claros para usos, além de planilhas e estudos de caso sobre a experiência centrada no usuário. É um livro simplesmente fantástico, pois descreve de forma simples todo o processo, analisando parte por parte minuciosamente.

De acordo com CSwan, um dos leitores, o livro é uma "ferramenta fabulosa para projetos de trabalho ou projetos de estudo". O leitor ainda diz gostar da forma como é feita a abordagem do livro.

Um manual fácil de compartilhar com todos os membros da equipe e que faz uma grande diferença no momento de identificar todas as etapas do processo de experiência do usuário. Ficou interessado?

O livro está disponível na Amazon, na versão impressa em inglês.

Entenda nesse artigo como o Design Centrado no Usuário beneficia todo mundo, desde empresas, consumidores e até o Designer

5 - Designing for Growth: A Design Thinking Tool Kit for Managers, de Jeanne Liedtka e Tim Ogilvie

Designing for Growth: A Design Thinking Tool Kit for Managers, de Jeanne Liedtka e Tim Ogilvie

Educar os leitores. Essas são as palavras que encontramos para expressar a forma como Jeanne Liedtka e Tim Ogilvie conduzem essa obra que precisa ser lida muito mais do que uma vez.

De acordo com os autores:

Design Thinking nada mais é que a capacidade de transformar ideias abstratas em aplicações práticas com a finalidade de expandir o negócio ao máximo.

Você já viu uma criança de 07 anos fazer aviões de papel? Se já, então você presenciou um Design Thinking. Ou seja, um processo de descoberta, recheado de erros e acertos e que avisa a melhoria contínua.

Não se pode, dessa forma, depender excessivamente de análises. Isso irá negar a capacidade humana da criatividade, que pode gerar resultados incrivelmente novos e inspiradores.

Afinal, quem deseja perder a capacidade criativa?!

Se é justamente isso que você procura: criar possibilidades disruptivas, recuperando a sua fluência natural, inclusive conseguindo colocar um pouco do seu "eu" no trabalho, esse livro é o caminho.

Nele, os autores discorrem sobre a mentalidade, o vocabulário e as técnicas necessárias para o Designer aplicar o design thinking em seus projetos. Percorrendo esse raciocínio, eles conseguem ultrapassar a linha do mistério e desvendar a conexão entre design e crescimento.

Dessa forma, os gerentes aprendem de maneira fácil, simples e didática como explorar o potencial empolgante e fascinante do design.

Para deixar o livro ainda mais didático, são levantados exemplos como a Apple e o sucesso de seus produtos. Fora isso, o livro esclarece que o Design Thinking desbloqueia recursos criativos do lado direito do cérebro e com isso torna o profissional capaz de resolver inúmeros problemas.

A verdade é tanta, que essa abordagem acabou se tornando um componente fundamental para a prática de negócios bem sucedidos, servindo como uma verdadeira base para gerentes transformarem conceitos abstratos em maravilhosas ferramentas que aumentam a potencialidade do negócio com minimização de riscos.

"Um livro rico em informações sobre cada ferramenta que leva você pelos elementos de forma clara e precisa. Se o design thinking o intriga, esse seria um bom lugar para começar" Harvey Schachter Globe & Mail.

Gostou desta dica?

Se você se interessou e quer ler esse livro, ele está disponível na Amazon, dá uma conferida lá!

Um outro livro que também é uma excelente leitura é Change by Design: How Design Thinking Transforms Organizations and Inspires Innovation. Se quiser, portanto, saber mais sobre ele, basta conferir aqui!

Você tem mais alguma dica de livro sobre Design Thinking? Compartilha conosco.

Gostou do artigo? Deixa um comentário! O feedback de vocês é muito importante para continuarmos criando conteúdos relevantes.

Se você quiser encontrar mais artigos como esse, acesse nosso Blog! Lá, você tem diversos temas relacionados a UX Design. Desde ferramentas e conceitos até dicas para migrar de carreira! Fique ligado para não perder nenhum aprendizado!

Ficou com alguma dúvida? Manda uma mensagem!